Estação de Tratamento de Efluentes Industriais (ETE)

A Fast oferece soluções completas, desde o tratamento preliminar do efluente bruto até o reuso da água tratada, para um leque muito variado de empresas de pequeno, médio e grande porte.

São sistemas compactos, confeccionados com matéria prima de alta qualidade e que garantem baixo consumo de energia e produtos químicos.

Em alguns tipos de efluentes, a estação de tratamento pode se tornar totalmente sustentável e até gerar lucros para a empresa, com a recuperação dos sólidos e da gordura presentes no efluente.

Em nossos processos, apresentamos como resultado uma água tratada de alta qualidade e um resíduo sólido com baixo teor de umidade, o qual poderá ser destinado para um gestor autorizado ou para outros fins, tais como compostagem, subprodutos animais, combustível, etc.

Em efluentes que contenham óleos ou gorduras, a recuperação desse produto também é possível.

Vantagens

  • Consumo de produtos químicos: reduz-se em 20% a 40% o consumo de coagulantes e floculantes, em relação à processos convencionais;
  • Requisitos de floculação: os requisitos de floculação são menores para o processo de flotação, sendo eficazes também com flocos pequenos, facilitando e exigindo menos atenção do operador;
  • Partida e parada de cada módulo são extremamente rápidas: pelo reduzido volume do módulo de flotação e tempos de floculação e pelo próprio processo de flotação acontecer de forma rápida, não existe o período de maturação, típico da sedimentação convencional;
  • Área ocupada menor: o processo de flotação exige uma estrutura em área mais compacta, ocupando menos espaço e reduzindo prazos e custos de construção;
  • Descarga de lodo: no sistema de flotação, o lodo é extraído pela superfície, não ocorrendo entupimento e sem necessidade de limpeza. O manto de lodo é visível, estável e possui raspador automático;
  • Sensibilidade à temperatura: o tempo de detenção dos materiais é muito inferior ao processo de decantação, e a velocidade de separação é cerca de 10 vezes maior, sendo imune às variações de temperatura;
  • Economia de água: o processo de flotação diminui a perda de água através do lodo descartado e das águas de lavagem dos filtros;
  • Reuso de água: o sistema de flotação Fast permite a instalação de equipamentos complementares que possibilitam o reuso indireto ou direto da água;
  • Sistema modular: No caso das estações de tratamento de efluentes sanitários, os sistemas modulares permitem a instalação descentralizada de módulos, que possibilitam a subdivisão por bairros, vilas e condomínios;
  • Ausência total de odores: Característicos nos sistemas tradicionais por decantação;
  • Dispensa o uso de caixas de gordura e fossas sépticas para a captação, reduzindo os custos da infraestrutura para o tratamento do esgoto ou do efluente industrial;
  • Desidratação do lodo: a desidratação do lodo, através do decanter ou tridecanter centrífuga, possibilita um resíduo sólido de baixa umidade e uma gordura de lata pureza, em efluentes que a contenham.